Nós Ligamos Para Você!

Se preferir, deixe seu contato que nós ligamos para você!

Orçamento

Procurando pisos laminados ou pisos vinílicos em Curitiba?

solicite um orçamento

SAC

Apaixonada pelo design de interiores e por toda a explosão criativa que ele permite, a decoradora Walkiria Nossol vê, na Casa Cor, a perfeita capacidade de materialização de sonhos viabilizada pela arquitetura e decoração. Ela acaba de anunciar sua nona participação consecutiva na edição Paraná do evento, marcada esse ano para acontecer entre os dias 4 de junho e 16 de julho no Jockey Club do Paraná, na capital. A Casa Cor é reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas.

Movida pelo desejo de encantar cada visitante de seus espaços, neste ano Walkiria apresentará o projeto da cafeteria da Casa Cor, algo que já estava nos planos da decoradora há algum tempo. “É o coração pulsante da mostra, onde todos se encontram”, avalia ela. Em um conceito que prioriza a sensação de acolhimento, o espaço de 113m² também busca inspirar os visitantes, através de seus traços, a reproduzir em suas obras particulares as ideias e soluções propostas pela decoradora. “Casa Cor é pura inspiração. Nada mais satisfatório do que sentir que meu projeto é desejado, uma vez que ele é pensado, em todas as suas etapas, justamente para esse fim”, ressalta. Em sua passagem pelo evento, Walkiria já acumula seis prêmios que significam, para ela, a coroação de todo o esforço e responsabilidade que a Casa Cor exige.

Coffe 2Foto: André Rodrigues/Gazeta do Povo

Cuidando pessoalmente de cada detalhe da obra em sua reta final, a decoradora buscou transferir, para a cafeteria, o que ela viu de melhor em cafés ao redor do mundo. “São meus lugares prediletos. Gosto de observar os detalhes arquitetônicos, a decoração, o design das peças e o layout do espaço, que geralmente se combinam em uma atmosfera low profile realmente cativante”, avalia.

O cuidado com a proposta de aconchego se revela já na iluminação, pontuada em arandelas de aço corten desenvolvidas especialmente para o espaço, e com luminárias em madeira e linho estrategicamente posicionadas. Uma grande luminária, feita em tubos e conexões de cobre também foi desenhada exclusivamente para o projeto, em parceria com a arquiteta Anna Paula Amaral (Duo Light & Design). Os detalhes das texturas – com muito veludo, madeira e cor – também colaboram com o acolhimento do visitante. “Desenhei um espaço que pudesse estar em qualquer lugar do mundo, seja em um hotel, na rua, em um museu ou restaurante”, explica a decoradora.

Na cartela de cores, o verde do veludo das cadeiras e poltronas (Itta Design) é o fio condutor de todos os outros elementos do projeto. O piso nobre, em madeira natural certificada marca Masterpiso fornecido com exclusividade pela Studio do Piso Design Store, é ecologicamente correto. Tingido em cinza e trabalhado à mão, em um processo criterioso que resulta em um aspecto vintage, ele passa pelo maquinário industrial apenas na etapa final da manufatura.

O teto apresenta textura de cimento queimado – uma das tendências atuais mais marcantes do design de interiores – e tonalidade inspirada na chapa de MDF do padrão Espresso, um oportuno lançamento da Masisa, a patrocinadora máster do projeto e líder na produção de painéis em MDF na América Latina.

Café Walkiria Rosa Cintya HeinFoto: Cintya Hein/Divulgação

Entre os highlights, as esquadrias originais do Jockey Club, estruturas históricas tombadas pelo Patrimônio Cultural de Curitiba, não recebem nenhuma cortina ou elemento que ofusque seu brilho, e atuam como elemento de integração entre as áreas interna e externa. Dez módulos de sofás curvos, desenhados por Walkiria e confeccionados em MDF e veludo grafite (Ideatto Móveis) e um lustre de cristal de rocha (Antiquário Cristiano Ross), completam o décor.

No café, as artes plásticas têm lugar de destaque. Na curadoria realizada por Walkiria, uma das obras eleitas para o projeto, “Para Onde Estamos Indo?” (1,56m x 1,61m, 2017), é do joinvilense Paulo Tajes Lindner, que a criou especialmente para a Casa Cor. Ambientalista engajado, ele desenvolve suas telas em lonas de caminhão descartadas e já expôs no Vaticano, Berlim e Munique. Da Galeria de Arte Zilda Fraletti foram selecionadas uma obra da série

Pinhões, de Ana Serafin (também elaborada para o espaço) e outra da série Caligrafias Urbanas, de M. Cavalcanti. Nossol também fechou parceria com Cristiano Ross, que fornecerá peças nobres para o espaço e com a Artesanal Mais.

Outros fornecedores e parceiros do projeto da decoradora são Tintas Renner; Entre Sedas (que desenvolveu xales exclusivos para o projeto); Marcenaria Treuno; designer de superfícies Mariana Prestes (que forneceu todas as peças de sua coleção de louças Cardeal Amarelo); Gramarcal (com granito preto São Gabriel e acabamento escovado); Deca e VEKA Brasil (que vestiu todas as paredes internas com suas esquadrias de alto padrão).

“Meu trabalho é voltado para pessoas e feito com muito profissionalismo e dedicação. Amo desenvolvê-lo e o encantamento pelo sonho materializado é o que me move”, encerra ela, que já pensa até mesmo na participação na Casa Cor Paraná 2018, quando celebrará uma década de notável presença na mostra.

Texto escrito por: Walkiria Nossol (decoradora) e Walter Rocha (proprietário da Studio do Piso).

Endereço: Rua Vicente Machado, nº 467, Sala 94 – Centro – Curitiba – PR
Telefone: (41) 3013-0050
Site: www.nossol.com e http://soudecoradora.blogspot.com.br/?m=1

 

1-columbia-tamanho.png10-santa-luzia-tamanho.png12-vintage-tamanho.png2-durafloor.jpg3-flooresyt.jpg7-quick-step.jpg